F&T: Gráficos de controle

Para realizar-o-controle-da-qualidade
O objetivo de um gráfico de controle é determinar se um processo é ou não estável ou tem desempenho previsível. Os gráficos de controle podem servir como uma ferramenta de coleta de dados para mostrar quando um processo está sujeito a uma variação de causa especial, que cria uma condição fora de controle. Os gráficos de controle também ilustram como um processo se comporta ao longo do tempo. Eles são uma representação gráfica da interação de variáveis de processo em um processo para responder à pergunta: As variáveis do processo estão dentro dos limites aceitáveis? O exame do padrão não-aleatório dos pontos de dados em um gráfico de controle pode revelar flutuações desordenadas de valores, saltos ou deslocamentos repentinos de processos ou uma tendência gradual de aumento nas variações. Através do monitoramento das saídas de um processo ao longo do tempo, um gráfico de controle pode ser usado para avaliar se foram obtidas as melhorias desejadas após a aplicação de mudanças no processo. Quando um processo está dentro dos limites aceitáveis, ele não precisa ser ajustado. Quando um processo está fora dos limites aceitáveis, ele deve ser ajustado. Em geral, o limite de controle superior e o limite de controle inferior são ajustados em +/- 3 sigma (ou seja, o desvio padrão).
Os gráficos de controle podem ser usados para os processos de ciclo de vida do projeto e do produto. Um exemplo de utilização de gráficos de controle no projeto é determinar se as variações de custos ou as variações de prazos estão fora dos limites aceitáveis (por exemplo, +/- 10%). Um exemplo de utilização de gráficos de controle no produto é avaliar se o número de defeitos encontrados durante os testes é aceitável ou inaceitável em relação aos padrões de qualidade da organização.
Os gráficos de controle podem ser usados para monitorar qualquer tipo de variável de saída. Embora sejam usados com mais freqüência para acompanhar atividades repetitivas, como lotes produzidos, os gráficos de controle também podem ser usados para monitorar variações de custos e de prazos, volume e freqüência de mudanças do escopo, erros em documentos do projeto ou outros resultados de gerenciamento para ajudar a determinar se o processo de gerenciamento de projetos está sob controle. A próxima figura é um exemplo de um gráfico de controle de desempenho de prazos do projeto.

imagem87.GIF

Referências:

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License