Glossario An
A An Ap B C Ci Com Cr D E F G H-I L M N O P R S T-U V

Análise da árvore de decisão / Decision Tree Analysis [Técnica].
A árvore de decisão é um diagrama que descreve uma decisão que está sendo considerada e as implicações da escolha de uma ou outra das alternativas disponíveis. É usada quando alguns futuros cenários ou resultados de ações são incertos. Ela incorpora as probabilidades e os custos ou premiações de cada caminho lógico de eventos e decisões futuras e usa a análise do valor monetário esperado para ajudar a organização a identificar os valores relativos das ações alternativas. Veja também análise do valor monetário esperado.

Análise da causa-raiz / Root Cause Analysis [Técnica].
Uma técnica analítica usada para determinar a razão subjacente básica que causa uma variação, um defeito ou um risco. Uma causa-raiz pode provocar mais de uma variação, defeito ou risco.

Análise da variação / Variance Analysis [Técnica].
Um método para divisão da variação total no conjunto de variáveis de escopo, custo e cronograma em variações componentes específicas associadas a fatores definidos que afetam essas variáveis.

Análise das premissas / Assumptions Analysis [Técnica].
Uma técnica que explora a exatidão das premissas e identifica os riscos do projeto causados pelo caráter inexato, inconsistente ou incompleto das premissas.

Análise das reservas / Reserve Analysis [Técnica].
Uma técnica analítica para determinar as características e relações essenciais de componentes no plano de gerenciamento do projeto a fim de estabelecer a reserva para a duração do cronograma, orçamento, custo estimado ou fundos de um projeto.

Análise das tendências / Trend Analysis[Técnica].
Uma técnica analítica que usa modelos matemáticos para prever resultados futuros com base em resultados históricos. É um método para determinação da variação de um parâmetro de orçamento, custo, cronograma ou escopo em relação a uma linha de base utilizando dados de períodos anteriores de relatórios de progresso e projetando qual seria a variação desse parâmetro em relação à linha de base em algum ponto futuro no projeto se não houvesse mudança na execução do projeto.

Análise de modos e efeitos de falha (FMEA) / Failure Mode and Effect Analysis (FMEA) [Técnica].
Um procedimento analítico no qual cada modo de falha potencial em cada componente de um produto é analisado para determinar seu efeito na confiabilidade desse componente e, por ele mesmo ou em combinação com outros possíveis modos de falha, na confiabilidade do produto ou sistema e na função necessária do componente, ou o exame de um produto (no sistema e/ou em níveis inferiores) para verificar todas as maneiras possíveis de ocorrência de falha. Para cada falha potencial, é feita uma estimativa do seu efeito no sistema total e do seu impacto. Além disso, é realizada uma análise da ação planejada para minimizar a probabilidade de falha e seus efeitos.

Análise de rede / Network Analysis.
Veja análise de rede do cronograma.

Análise de rede do cronograma / Schedule Network Analysis [Técnica].
A técnica de identificação das datas de início mais cedo e mais tarde* e também das datas de término mais cedo e mais tarde* das partes incompletas das atividades do cronograma do projeto. Veja também método do caminho crítico, método da cadeia crítica, análise do tipo "e se?" e nivelamento de recursos.

Análise de sensibilidade / Sensitivity Analysis.
Uma técnica de análise quantitativa de riscos e modelagem usada para ajudar a determinar quais riscos apresentam maior impacto potencial no projeto. Ela examina a extensão com que a incerteza de cada elemento do projeto afeta o objetivo que está sendo examinado quando todos os outros elementos incertos são mantidos em seus valores de linha de base. A representação típica dos resultados é na forma de um diagrama de tornado.

Análise do cronograma / Schedule Analysis.
Veja análise de rede do cronograma.

Análise do valor monetário esperado (VME) / Expected Monetary Value (EMV) Analysis.
Uma técnica estatística que calcula o resultado médio quando o futuro inclui cenários que podem ou não acontecer. Uma utilização comum desta técnica está na análise da árvore de decisão. É recomendável usar modelagem e simulação para a análise de risco de custo e cronograma, pois são mais poderosas e menos sujeitas a aplicações inadequadas que a análise do valor monetário esperado.

Análise dos pontos fortes e fracos, oportunidades e ameaças / Strengths, Weaknesses, Opportunities, and Threats (SWOT) Analysis.
Esta técnica de coleta de informações examina o projeto do ponto de vista de seus pontos fortes e fracos, oportunidades e ameaças para aumentar a extensão dos riscos considerados pelo gerenciamento de riscos.
Análise qualitativa de riscos / Qualitative Risk Analysis [Processo]. O processo de priorização de riscos para análise ou ação adicional subseqüente através de avaliação e combinação de sua probabilidade de ocorrência e impacto.
Análise quantitativa de riscos / Quantitative Risk Analysis [Processo]. O processo de analisar numericamente o efeito dos riscos identificados nos objetivos gerais do projeto.

Antecipação / Lead [Técnica].
Uma modificação de um relacionamento lógico que permite uma aceleração da atividade sucessora. Por exemplo, em uma dependência do tipo término para início com antecipação de 10 dias, a atividade sucessora pode ser iniciada 10 dias antes que a atividade predecessora tenha terminado. Veja também atraso. Uma antecipação negativa equivale a um atraso positivo.

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License