Gerenciamento da qualidade (3/3)

Precisão e exatidão não são equivalentes. Precisão é a homogeneidade de medições repetidas que são agrupadas com pouca dispersão. Exatidão é a correção com que o valor medido se aproxima do valor real. As medições precisas não são necessariamente exatas. Uma medição muito exata não é necessariamente precisa. A equipe de gerenciamento de projetos precisa determinar o quanto a exatidão ou a precisão ou ambas são necessárias.

O moderno gerenciamento da qualidade complementa o gerenciamento de projetos. Por exemplo, ambas as disciplinas reconhecem a importância de:

  • Satisfação do cliente. Entendimento, avaliação, definição e gerenciamento de expectativas de forma a atender às necessidades do cliente. Isso exige uma combinação de conformidade com os requisitos (o projeto deve produzir o que afirmou que produziria) e adaptação ao uso (o produto ou serviço deve satisfazer as necessidades reais).
  • Prevenção sobre inspeção. O custo de prevenção de erros em geral é muito menor que o custo de corrigi-los, conforme revelado pela inspeção.
  • Responsabilidade da gerência. O sucesso exige a participação de todos os membros da equipe, mas é sempre responsabilidade da gerência fornecer os recursos necessários para que exista sucesso.
  • Melhoria contínua. O ciclo PDCA é a base da melhoria da qualidade (conforme definido por Shewhart e modificado por Deming, no ASQ Handbook, páginas 13 e 14, American Society for Quality, 1999). Além disso, as iniciativas de melhoria da qualidade realizadas pela organização executora, como GQT e Seis Sigma, podem melhorar a qualidade do gerenciamento do projeto e também a qualidade do produto do projeto. Os modelos de melhoria de processos incluem Malcolm Baldrige, CMM® e CMMISM.

O custo da qualidade se refere ao custo total de todos os esforços relacionados à qualidade. As decisões do projeto podem afetar os custos operacionais da qualidade como resultado de devoluções de produtos, reclamações em garantia e campanhas de recall. No entanto, a natureza temporária do projeto significa que os investimentos em melhoria da qualidade de produtos, especialmente prevenção e avaliação de defeitos, podem muitas vezes ser realizados pela organização contratante, e não pelo projeto, pois o projeto pode não durar o suficiente para aproveitá-los.

Clique na imagem para ampliá-la
Figura 8-2. Fluxograma de processo do gerenciamento da qualidade do projeto

Observação: Não são mostradas todas as interações entre os processos nem todo o fluxo de dados entre eles.

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License